Dia 22/01 terça feira. De Bariloche a General Acha, 851 km.

Deste deslocamento somente a saída da cidade de Bariloche e mais uns 150 km são dignos de comentários. Tem montanhas magníficas, rios de águas cristalinas e geladas, lagos de um azul muito lindo tbm. Subimos a maior altura da viajem com a Ranger, 1270 m.

Outra coisa foi a passagem pela cidade de Neuquen que deve ser chamada de pomar da Argentina, tamanha a quantidade de pomares de diversos tipos de frutas que tem ao seu redor. É impressionante.

Dormimos em General Acha, num bom e barato hotel de beira de estrada, o hotel … é o hotel… hi! Esqueci o nome. Bem, não tem como errar, fica na frente da entrada da cidade do ladro contrário ao da entrada, tem um estacionamento com todos azuis para cobrir os carros.

Dia 23/01 quarta feira. De General Acha a Victória, 803 km.

Deslocamento sem nada a relatar, apenas muito deserto e um calor dos infernos. A uns 200 km de Rosário muitas plantações e muitos, mas muitos insetos. Borboletas, libélulas, besouros e etc se chocando contra  vidro que ficava uma merrrrr…….

Dia 24/01 quinta feira. De Victória a Concórdia (Argentina), de Salto a Artigas (Uruguai) e de Quarai a Santana do Livramento (Brasil il Il Il)…

Deslocamentos com passagem de fronteiras. Da Argentina para o Uruguai e do Uruguai para o Brasil.

Na Argentina tudo bem, mas pegamos uns trechos de estrada ruins tbm. No Uruguai, pelo menos nas duas estradas que eu passei, só estradas ruins, mas não péssimas.

Paramos em Artigas para comprarmos uns regalos (presentes). Dormimos em Santana do Livramento novamente.

SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC